Autor

Sobre o Autor 



Rudimar Stelmach é Psicólogo, com instrução em Gestalt-Terapia. 

A psoríase surgiu nele quando tinha 17 anos de idade (no ano de 2000), após passar por alguns eventos traumáticos.
Quando surgiu a doença, recorreu à medicina e obteve a informação de que não se sabia de onde a psoríase vinha, muito menos para onde ia. Não aceitando essas explicações, iniciou suas pesquisas independentes, recorrendo a diversos recursos e linhas de pesquisa, reconhecidas ou não pela ciência. Conhecendo um pouco sobre neuropsicofisiologia, percebeu que os eventos estressores que passou poderiam ter certa influência no desencadeamento dos sintomas.  Decidiu fazer Graduação em Psicologia para efetuar pesquisas sobre a relação corpo-mente, com o intuito de pelo menos entender como a doença surgia, uma vez que havia nascido sem ela. Durante a graduação, descobriu habilidade para atendimento clínico e efetuou instrução em Gestalt-Terapia.

No seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), orientado pela Dra. Maristela Kurowski, comprovou o desencadeamento da psoríase após a passagem do indivíduo por evento estressor físico ou psíquico prolongado. Comprovado o desencadeamento, concentrou suas pesquisas, energia e recursos na busca da reversão da psoríase, que encontrou no ano de 2014. Até o ano de 2017, trabalhou refinando a técnica descrita neste livro, para que qualquer portador de psoríase possa realizar os passos descritos de forma autônoma, buscando fluidez física e emocional, identificando seus fatores desencadeantes, ressignificando-os sem necessitar de medicação e assim, controlando seus sintomas, que em muitos casos observados, não tornaram a aparecer.

Atualmente trabalha como Psicólogo Clínico. Continua atuando e co-orientando pesquisas sobre diversas doenças, pois percebeu que a aplicação desta técnica é eficiente em muitas outras doenças psicossomáticas e autoimunes.
 
“Assim como um enorme prédio construído, antes de se chegar aos acabamentos, é necessário fazer a fundação, depois as colunas, lajes, paredes...em minha trajetória de vida, cada experiência vivida foi como um tijolo assentado, que vai se encaixando aos demais para se chegar à uma parede firme, sólida. Talvez resolva abrir uma porta ou janela em uma destas paredes, para melhorar a ventilação ou iluminação, mas reconheço a importância de cada tijolo assentado. Para quem participou de minha construção, de uma forma ou de outra, Muito Obrigado Amigos!”. Rudimar Stelmach

Atendimento Clínico em Curitiba-PR

Individual, casal, família e grupos.
O tempo de atendimento e duração do processo terapêutico varia conforme a necessidade e demanda do cliente.


Aplicação da Técnica de Stelmach

Individual ou em grupo, objetivando que o portador se familiarize com a técnica, transponha seus bloqueios, fortalecendo seu apoio interno para que possa realizar os 3 Passos de forma autônoma e segura, no local onde preferir.


Pesquisa Científica

Atuação e Orientação.




Share by: